Bazinga! Se você gosta do universo nerd e de séries, com certeza já ouviu o termo — provavelmente, várias vezes. Esse é o bordão mais famoso do personagem Sheldon Cooper, de “The Big Bang Theory”.

A produção estreou em 2007 e, desde então, conta a vida do Dr. Sheldon Cooper (Jim Parsons), um nerd com muita inteligência, mas com uma personalidade meio desajeitada. Ele divide o apartamento com seu melhor amigo e também físico Leonard Hofstadter (Johnny Galecki) e, no apartamento da frente, mora a aspirante à atriz Penny (Kaley Cuoco). Ao longo do desenvolvimento da história, novos personagens surgiram e o enredo ficou ainda mais especial.

Em agosto de 2018, chegou a notícia derradeira: a 12ª temporada de “The Big Bang Theory” será a sua última. Para os fãs que ficarão órfãos, nada melhor do que rever a trajetória e entender o motivo do encerramento. Quer saber tudo? Então, continue lendo!

Uma trajetória premiada

Big Bang Theory, Peoples choice awards, prêmio, premiação, seriado, nerd, ciência, física, comédia, 12ª temporada

Antes de pensar na finalização dessa produção, que tal relembrar todos os prêmios conseguidos pela série? Transmitida pela Warner Channel, esse é um dos maiores sucessos do canal nos últimos anos.

Ao longo dos anos, já recebeu 97 indicações nas mais prestigiadas premiações da TV e ganhou 34 delas. Em 2008, no ano seguinte ao lançamento, suas primeiras nomeações foram ao prêmio Ewwy. Jim Parsons e Kaley Cuoco foram indicados como melhores atores e Chuck Lorre, como escritos da melhor série.

Em 2009, foi a vez de o prestigiado Emmy Awards voltar a sua atenção para o título. Até então, não houve nenhuma vitória, mas esse era só o começo. Também foi quando os dois primeiros prêmios vieram para Chuck Lorre e para Jim Parsons no TCA Awards.

Em 2010, Jim Parsons ganhou o primeiro Emmy da sua carreira por sua interpretação do Dr. Sheldon Cooper. No ano seguinte, conquistou o inédito Golden Globe Awards e a dobradinha do Emmy.

Em 2014, Kaley Cuoco se consagrou a melhor atriz coadjuvante de comédia pelo Critics’ Choice Television Awards e pelo People’s Choice Awards. Tudo isso demonstra que a série é um sucesso de público, de audiência e de crítica entre especialistas.

Os recordes de audiência e de duração

Big Bang Theory, audiência, ranking. seriado, nerd, ciência, física, comédia, 12ª temporada

O que também deixa claro o êxito dessa série que une Física, comédia e universo nerd é a audiência consolidada ao longo dos anos. Na temporada inicial, conseguiu atingir 8 milhões de pessoas. Nada mau para uma estreante, mas ela era apenas a 68ª colocada.

Na sexta temporada, “The Big Bang Theory” atingiu a terceira posição da TV americana, com 18 milhões de espectadores. É quase como se as cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro inteiras assistissem à produção.

Os recordes não pararam por aí. A estreia da 7ª temporada foi para nada menos do que 20 milhões de espectadores norte-americanos. Em 2015, novo recorde: 23,73 milhões de pessoas assistiram Sheldon e Amy (Mayim Bialik) ficarem juntos.

Mesmo na 11ª temporada os números permaneceram animadores. Em média, os 24 episódios foram assistidos por 14 milhões de pessoas.

Além desses recordes de telespectadores, a produção também é a série de comédia com multicâmeras mais longa da história, com um total de 279 episódios. Com isso, não faltam motivos para celebrar o título com as suas teorias de Física e abordagem inteligente.

A participação feminina

Big Bang Theory, mulheres, personagens femininas, geek, seriado, nerd, ciência, física, comédia, 12ª temporada

Algo que sempre se destacou em “The Big Bang Theory” é a participação feminina no elenco. Desde o princípio, Kaley Cuoco deu vida a Penny com maestria. Apesar de ela não ser uma física como outros personagens, nunca foi deixada para escanteio — muito pelo contrário.

Ao longo dos anos, a personagem se desenvolveu, ganhou espaço nas telas — e no coração dos telespectadores — e até se casou com Leonard. Muito além da insistência de “Penny, Penny, Penny, Penny…” de Sheldon Cooper, a figura se destacou.

Nos últimos anos, houve uma nova introdução que agregou à história: a chegada de Amy. Interpretada por Mayim Bialik, certamente o rosto da atriz não é estranho aos espectadores, já que ela estrelou a famosa “As Aventuras de Blossom” nos anos 90.

Curiosamente, Mayim Bialik é neurocientista formada pela Universidade da Califórnia e uma geek assumida. Ela interpreta uma neurobiologista que é identificada como um par perfeito para Sheldon por Raj Koothrappali e Howard Wolowitz.

Além disso, outras atrizes integram o elenco, como Melissa Rauch no papel de Bernadette Rostenkowski e Laura Spencer, como Emily Sweeney. Com essa integração completa, o resultado não poderia ser outro que não fosse o sucesso!

A decisão do fim

Big Bang Theory, fim, final, temporadas, seriado, nerd, ciência, física, comédia, geek

Por causa da boa audiência, os executivos da CBS (canal que transmite a série nos Estados Unidos) esperavam ter, ao menos, outras duas temporadas completas. Porém, após o encerramento da 11ª temporada, as negociações com os atores culminaram na decisão de finalização.

De acordo com a imprensa norte-americana, partiu de Jim Parsons o veredito de não continuar no elenco — mesmo com uma polpuda proposta de US$ 50 milhões por dois anos. Como não existe “The Big Bang Theory” sem o Dr. Sheldon Cooper, o canal decidiu encerrar a produção para o próximo conjunto de episódios.

O dinheiro não parece ter sido um problema para a decisão. Especulações afirmam que os cinco atores principais ganhavam US$ 1 milhão por episódio. Inclusive, teriam topado receber menos nos últimos tempos para que Mayim Bialik e Melissa Rauch pudessem aparecer mais e ganhar um salário melhor.

Embora Jim Parsons não tenha explicitado os motivos para deixar a série, os fãs têm teorias sobre um possível desgaste da história ou o interesse em terminar no auge. Independentemente disso, a promessa de Chuck Lorre, o escritor, e de toda a equipe é que o final será “épico e surpreendente” — bem do jeito que os fãs tanto esperam.

A série “The Big Bang Theory” não faz sucesso desde 2007 à toa. O equilíbrio entre piadas criativas do universo nerd e seus personagens engraçados dá o tom e justifica o bom desempenho. Em maio de 2019, o 279º episódio vai ao ar e, enfim, a missão do Dr. Sheldon Cooper estará encerrada na TV.

Para ver muitos conteúdos sobre séries, games e design, siga nosso perfil no Pinterest e esteja sempre por dentro!

Faça um comentário

avatar