É que na hora de mandar o seu material para gráfica você tem que ter certeza de que está tudo de acordo com algumas especificações para não ter uma surpresa desagradável na hora em que seu cliente for buscar a peça. Reunimos aqui algumas dicas para entregar um bom material para impressão:

Use sempre CMYK, nunca RGB

 

Na hora de preparar um impresso, tenha certeza que escolheu o modo de cores adequado. Como você já deve saber, existem dois padrões de cores diferentes: o CMYK e o RGB. O RGB é usado para monitores e não é lido com exatidão pelas impressoras das gráficas.

Quando você não manda o arquivo já convertido, a impressora converte o padrão de cores automaticamente e durante esse processo podem haver algumas distorções. Isso porque o padrão CMYK não tem uma gama de cores tão vasta quanto o RGB. Por isso, o mais indicado é já começar a criar sua peça em CMYK para não receber cores completamente diferentes do que imaginou na hora de pegar o material impresso.

Trabalhe sempre com imagens em alta resolução

Você escolheu uma imagem linda para impressionar na peça gráfica que fez para o seu cliente, mas na hora de imprimir ela saiu completamente distorcida e sem nitidez? O que aconteceu é que você provavelmente usou uma imagem de baixa resolução. Quando for escolher uma imagem na internet, tenha certeza que ela possui a resolução apropriada para impressão que deve ser de, no mínimo, 300 dpi. Continue atento ao padrão de cores, já que imagens tiradas da internet geralmente estão em RGB e devem ser convertidas para CYMK.

Deixe sempre espaço para sangria

Sangria (em inglês, bleed), é uma espécie de margem de segurança que garante que a gráfica não irá cortar seu impresso dentro da área útil da arte. A sangria nada mais é do que aumentar o seu documento em cerca de 3mm em todos os lados para evitar que se perca partes importantes da peça na hora que a gráfica for refilar seu material.

Converta os textos em curvas

Você usou uma tipografia linda para a sua peça gráfica, mas na gráfica eles não tem essa fonte instalada. O resultado pode ser desastroso porque toda a diagramação e o projeto gráfico podem se perder. Para evitar esse tipo de distorção, converta qualquer texto da sua peça em curvas. Isso transforma o texto em vetor e evita a substituição da tipografia.

Envie o arquivo em PDF e peça uma prova
Menina, lendo um jornal

O melhor modo de mandar seu arquivo para a gráfica é em formato PDF. Desse modo há menos perda de qualidade e a sua peça sairá mais fiel ao imaginado. Para ter certeza que nada deu errado, peça uma prova da peça para a gráfica antes de mandar rodar tudo. Assim você ainda pode corrigir qualquer eventual erro.

Via: Pama