Streaming. Esse é um conceito que ganhou máxima projeção nos últimos tempos e que também passou a ter um significado diferente. Antes, os streamings eram os vídeos ao vivo, transmitidos por plataformas bem simples. Nos últimos anos, tudo mudou com a chegada de serviços como Spotify e Netflix.

Agora, as redes sociais também têm buscado novas formas de prender a atenção dos usuários. A exemplo disso, o Facebook, a maior do mundo, anunciou o lançamento de uma plataforma de vídeo: o Facebook Watch. Com um estilo diferente do feed com suas publicações, o recurso promete ser uma concorrência para o Youtube e até para a Netflix.

Quer conhecer melhor essa alternativa? Então, continue a leitura e veja a nova plataforma de Mark Zuckerberg!

Afinal, o que é e como funciona o Facebook Watch?

Facebook Watch, aplicativo, funções, vídeos, seriados, live, live action, Netflix, Youtube, Spotify

Imagine poder curtir a foto de um amigo que aparece no seu feed, compartilhar aquele meme engraçado e, logo em seguida, assistir a um episódio de série ou a uma produção inédita. Tudo isso, sem precisar trocar de aplicativo ou buscar um novo serviço. Parece ótimo, não é?

Pois é esse o conceito que existe por trás da criação do Facebook Watch. Essa é uma plataforma criada pela rede social de Mark Zuckerberg que tem o objetivo de permitir o consumo de conteúdo em vídeo de um jeito diferente.

Nessa ferramenta, é possível ver um feed com diversas produções de criadores. E o entretenimento não é a única possibilidade, já que também há notícias entre as categorias.

Em agosto, a plataforma foi lançada para todos os países, mas ainda está passando por modificações. Com o tempo, é natural que o acervo esteja cada vez mais recheado. Já que o investimento pesado não é um problema para a maior rede social do mundo, talvez seja possível, em breve, ver até títulos famosos.

Por enquanto, você pode se deparar com a série exclusiva “Humans of New York”. Os episódios mostram Brandon Stanton entrevistando pessoas da Big Apple e de outras cidades do mundo. As histórias são reveladoras e, muitas vezes, emocionantes.

Também é possível acompanhar o “Kitchen Little”. Produzida pela Tastemade, é voltada para crianças na cozinha. Se quiser ver histórias de solidariedade, a produção “Returning the Favor”, com Mike Rowe, mostra a contribuição de dezenas de pessoas pelo mundo. Todos os dias, são adicionados novos criadores e conteúdos, então, é importante ficar de olho.

Como o catálogo poderá se tornar cada vez maior, é preciso saber como pesquisar, certo? Nesse caso, a aba “Discover” trará novidades e lançamentos, bem como indicações de acordo com as suas interações.

Para não perder nada do que você já conhece e gosta, a “Watchlist” traz os últimos episódios e as produções salvas.

Por que Mark Zuckerberg optou por essa criação?

Mark Zuckerberg, Facebook, Facebook Watch, aplicativo, funções, vídeos, seriados, live, live action, Netflix, Youtube, Spotify

O Facebook é uma rede social bastante conhecida pelas publicações multimídia. Há os textos, as fotos e, é claro, os vídeos. O problema está no engajamento das pessoas. Cerca de 85% dos vídeos do Facebook são assistidos sem som. Embora muitos tragam legendas e informações claras, a experiência não é completa.

E se os indivíduos não têm uma experiência completa com a rede social, eles não ficam tanto tempo por lá. Com muitos aplicativos e opções de plataforma, o usuário está a apenas alguns toques de seguir para outra ferramenta — e isso é tudo o que Mark Zuckerberg tem tentado evitar.

Então, o Facebook Watch surgiu como uma forma de agregar mais conteúdo e aumentar a permanência das pessoas na rede. O objetivo é prover, de maneira simultânea, contato com usuários, marcas e entretenimento exclusivo. Também há, é claro, o interesse em vencer a concorrência. Afinal, quem está fazendo uma maratona de Netflix, provavelmente, deixa o Facebook de lado, certo?

Por causa da sua característica única, o Facebook Watch promete realizar uma revolução no mercado de streamings. Caso tudo saia conforme o esperado, esse será um passo extra para a empresa do Vale do Silício, após a aquisição do Whatsapp, do Instagram e da criação dos Stories.

Como a plataforma oferecerá concorrência para o Youtube e a Netflix?

Facebook, Facebook Watch, aplicativo, funções, vídeos, seriados, live, live action, Netflix, Youtube, Spotify

Nos últimos anos, a internet viu um crescimento exponencial do consumo de vídeos. O aumento da velocidade das conexões de internet, a conectividade pelos dispositivos móveis e a grande quantidade de informação disponível foram motivadores para esse novo padrão de consumo.

À luz dessas tendências, o Youtube logo se transformou na maior plataforma de vídeos do mundo. Por dia, são assistidos mais de 1 bilhão de horas por vídeo, mundialmente, na plataforma. A Netflix apresenta a mesma estatística, então, ao total, são 2 bilhões de horas por dia entre os serviços em todo o mundo.

No entanto, o Facebook Watch oferece uma possibilidade que ainda não é explorada: o uso das interações. Nos dois serviços mais famosos, assistir a um vídeo ou a um programa é, de certo modo, uma tarefa solitária. A menos que você tenha uma companhia física, não dá para interagir com o conteúdo.

Com esse novo lançamento, por outro lado, é possível ter as interações básicas, como curtidas e comentários, enquanto você assiste ao que deseja.

Além de tudo, a plataforma é gratuita — “e sempre será”, como diz o slogan da rede — e oferece acesso simples. Você poderá baixar o aplicativo para TV com conexão com a internet, bem como para celulares, tablets e demais dispositivos.

O que esperar do futuro?

Futuro, Facebook Watch, aplicativo, funções, vídeos, seriados, live, live action, Netflix, Youtube, Spotify

A criação da plataforma com o objetivo de bater de frente com outros aplicativos é, certamente, um investimento e tanto. Com a grande força global que é o Facebook por trás desse recurso, a concorrência promete ser acirrada e a disputa ocorre em torno da atenção do usuário.

Porém, não dá para saber se a ideia vai vingar. O comportamento dos usuários não é linear e nem previsível. A verdade é que a novidade pode ser um grande sucesso ou, então, ser apenas mais uma invenção do time de Mark Zuckerberg. O fato é que você não perderá nada se testar o recurso!

O Facebook Watch é a nova aposta para transformar a rede social em um lugar para assistir vídeos. Além de tudo, é algo que promete encarar a concorrência de Netflix e Youtube.

E já que a famosa rede é o assunto, curta nossa página no Facebook e fique ligado nas novidades!

 

Faça um comentário

avatar